FANDOM


(O infobox é diferente.)
Linha 1: Linha 1:
 
{{Espécies
 
{{Espécies
| image =<gallery>
+
| image =<tabber>Kritter=[[Arquivo:Kremling.png|206px]]
Kremling.png|Kritter
+
|-|Klaptrap=[[Arquivo:Klaptrap_(DKC).png|206px]]
Klaptrap (DKC).png|Klaptrap
+
|-|Krockhead=[[Arquivo:Krochead.png|206px]]
Krochead.png|Krockhead
+
</tabber>
</gallery>
 
 
| Terra Natal = [[Ilha dos Crocodilos]]
 
| Terra Natal = [[Ilha dos Crocodilos]]
 
| Subespécies = Kritter<br>Klaptrap<br>Krockhead
 
| Subespécies = Kritter<br>Klaptrap<br>Krockhead

Edição das 03h33min de 29 de maio de 2020

Kremling

Kremling

Klaptrap (DKC)

Krochead


Terra Natal Ilha dos Crocodilos
Subespécies Kritter
Klaptrap
Krockhead
Primeira Aparição Donkey Kong Country
Criador Kevin Bayliss
Galeria

Kremling é uma espécie crocodiliana altamente desenvolvida em tecnologia e habitantes nativos da extinta Ilha dos Crocodilos onde se tornou antagônica na franquia de Donkey Kong.

Biologia

Todos os Kremlings são parecidos com crocodilos pelas suas cabeças, escamas por todo corpo, barrigas amarelas, caldas e 3 dedos nos pés com unhas afiadas.

Eles possuem diferentes cores nas escamas, como: verde, roxo, azul, marrom, amarelo, cinza, laranja, vermelho & rosa. As barrigas normalmente são amarelas, mas em alguns Kremlings são de tons claros.

História

As espécies de Kremling originaram-se no mundo perdido, um mundo subterrâneo localizado na Ilha dos Crocodilos e a subespécie Kritter é a mais histórica dessa raça.[1][2][3] Mostrado no segundo jogo & Donkey Kong 64, eles são conhecidamente caracterizados como a sociedade pirata por seus saques de objetos valiosos guardados na própria ilha e dois navios naufragados.

Os atos piratas que fez K. Rool inaugurar a Kremling Krew transformando em uma raça de soldados durões.[4] Sendo uma raça avançada, os recursos representado pelos Kremlings era o fato de que eles produzirem dispositivos e produtos químicos com efeitos colaterais. Eles também são conhecidos por serem negligentes com a natureza por suas fábricas poluidoras espalhadas nas Ilhas DK, desperdício de recursos naturais na própria ilha e desmatamentos no Mekanos.

Os remanescentes Kremlings se dividiram em grupos no Kremisfério Norte quando a sua terra natal foi acidentalmente destruída por Diddy & Dixie faz meses.[5] Com seus conhecimentos tecnológicos, os Kremlings construíram varias bases industrias com sistemas de tubulações e até K. Rool projetou seu laboratório em um castelo abandonado.[6][7][8]

Lista de Kremlings

Os Kritters (tambem conhecidos como Kremlings[2][3]) são mais conhecidos da especie Kremling por serem a subespécie dominante. Isso é mostrado nos templos, no emblema da Kremling Krew, nos candelabros da Torre de K. Rool e nas estatuas no Núkleo do Krocodilo.

Essa subespécie é bípede, tem braços, 4 dedos nas mãos e os mais comuns deles são as iris verticais vermelhos. Alguns Kritters têm características incomuns como: mamilos, umbigos, olhos redondos, pontas, orelhas, vértebras dorsais visíveis, listras de tons escuros nas escamas e cabelos.

Os Kritters comuns tem a habilidade de saltar, dar golpes, mordidas e correr ferozmente atrás do inimigo. Os Kritters magros (mais comuns), gordos ou baixinhos são fracos que podem ser derrotados por qualquer ataque dos Kongs. Há membros dessa subespécie musculosos, grandes ou corpulentos são bastante invencíveis aos ataques dos personagens fracos.

Os Klaptraps são a segunda subespécie de Kremlings que são equivalentes aos crocodilos de verdade. A maioria deles são usados ​​pela Kremling Krew como cães de ataque para os Kritters, 6 deles eram mantidos por K. Rool para intimidar seus capangas e um era domesticado pela Família Kong pra ajudar em um mini-jogo.

Essa subespécie é quadrupede, uma boca enorme com dentes afiados, tem 4 patas, olhos redondos e listras amarelas.

Os Klaptraps tem a habilidade de morder e correm atras dos Kongs pra ataca-los. Eles podem não serem derrotados com ataque de frente dos Kongs, mas podem ser derrotados pelo piso ou por qualquer coisa.

Os Krocheads são a subespécie primitiva de Kremlings que somente aparecem no Donkey Kong Country 2: Diddy's Kong Quest.

Essa especie aparece somente a enorme cabeça, olhos com iris redondos e repleto de dentes afiados.

Apesar de serem inimigos, os Krockheads são muito úteis e inofensivos pros Kongs. Os verdes emerge ou submerge do pântano em questões de segundos, mas no Krem Kais eles são convocados quando os Kongs ativam um Barril Krochead. Os marrons ficam parados, mas servem de trampolins quando os Kongs pisam neles.

Curiosidades

  • A ideia básica dessa espécie foi feita pelo Kevin Bayliss e ia ser usada em um jogo cancelado chamado Jonny Blastoff and the Kremling Armada.[9].
  • Na série animada, eles apenas foram referidos por vários nomes genéricos (em sua maioria Lagartos).

Ver Também

Referencias

  1. Resposta de Gregg Mayles no Twitter, recuperado 2 de Janeiro de 2019
  2. 2,0 2,1 Barton, Jeff, Mario De Govia, and Donato Tica. Donkey Kong 64 Guia Oficial Prima do Jogo, Nintendo, 1999, pag. 14
  3. 3,0 3,1 DK: King of Swing Manual de Instruções, Nintendo, 2005, pag. 22
  4. Donkey Kong Country 2: Diddy's Kong Quest Guia de Estratégia, Nintendo, 1995, pág. 20
  5. Donkey Kong Country 3: Dixie Kong's Double Trouble! Manual de Instruções, Nintendo, 1996, pag. 4
  6. Donkey Kong Country 3: Dixie Kong's Double Trouble! Guia de Estratégia, Nintendo, 1996, pag. 54
  7. Donkey Kong Country 3: Dixie Kong's Double Trouble! Guia de Estratégia, Nintendo, 1996, pag. 76
  8. Donkey Kong Country 3: Dixie Kong's Double Trouble! Guia de Estratégia, Nintendo, 1996, pag. 5
  9. Gregg Mayles (@Ghoulyboy). Twitter postado em 2 de Setembro em 2015. Twitter. Retirado em 31 de julho de 2017)
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.